O auxílio-doença é um benefício concedido ao funcionário que trabalha através da carteira assinada mediante comprovação dos requisitos do mesmo. Este é um dos direitos mais importantes para o trabalhador brasileiro e o assegura financeiramente em algumas situações.

Quando se trata deste benefício, ainda existem muitas dúvidas. Quer saber se você tem direito ao benefício e como consegui=lo? Leia  texto a seguir e saiba como solicitar o auxílio-doença e quem tem direito.

O que é o auxilio-doença?

O auxílio-doença é um benefício concedido ao trabalhador através do INSS, se comprovado a incapacitação temporária para prestar seus serviços devido a uma doença ou um acidente.

Para os trabalhadores que querem conferir datas e valores, é indispensável acessar Tabela INSS 2019. Muitas informações sobre diversos benefícios são lançadas no site da Receita federal e você deve ficar atento!

Como solicitar?

Para conseguir o benefício, é preciso realizar a perícia médica através do INSS. Quem quer requirir o direito em breve, deve fazer o agendamento da perícia INSS 2019, pois só através dela o auxílio pode ser liberado.

Quanto mais rápido você agendar a perícia, mias rápido o seu auxílio pode ser aprovado e liberado. Caso esteja internado, ou impossibilitado de comparecer no dia e local do agendamento, o beneficiado poderá solicitar a remarcação apenas uma única vez.

Nos últimos 15 dias do auxílio-doença, se o beneficiado julgar o tempo concedido insuficiente, ele poderá requirir a prorrogação do auxílio. Para isto, será preciso entrar em contato com a Central 135, via internet ou através de uma agência do INSS.

Quem tem direito?

Assim como qualquer benefício do INSS, é preciso estar de acordo com alguns requisitos. São eles:

  • Ter contribuído junto ao INSS por um período de, pelo menos, 12 meses;
  • Ser um assegurado da Previdência Social;
  • Comprovar através da perícia médica do INSS a sua incapacidade temporária de exercer suas funções anteriores;
  • Estar afastado dos serviços por um prazo de 13 dias. Estes dias não precisam ser consecutivos, desde que sejam ocorridos em um período de 60 dias, por intermédio da mesma doença.

Está de acordo com os requisitos do auxílio-doença? Então não deixe de verificar a tabela INSS e comparecer ao atendimento de sua perícia. Vale lembrar que o trabalhador deve estar portando documento oficial com foto, CPF, carteira de trabalho ou documento que comprovem o pagamento do INSS.

É preciso também, para o caso dos funcionários de empresa, portar uma declaração carimbada e assinada do empregador. Para os trabalhadores de outras categorias, é necessária a apresentação de um documento que comprove esta situação.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *